Mutirão do plantio de Horta Comunitária será neste domingo (31) no Octávio Pécora em Campo Grande, MS

29/05/2015 at 12:28 (*Liberdade e Diversidade) (, , , , , , )

11078273_798120533591149_8229356561766373592_nAcontecerá nesse domingo (31/05) mais um mutirão no Centro Comunitário do Bairro Octávio Pécora, para a continuação do plantio da horta comunitária e construção do parquinho infantil.

Gostaríamos de agradecer a presença de todos que compareceram até agora, e relembrar que a horta não é apenas importante para a comunidade do bairro, mas sim, para todos nós que sabemos (ou não) o quão indispensável é a ingestão de alimentos saudáveis, e a diferença que isso faz para nosso planetinha ♥

Com exemplos, conseguiremos mostrar a todos que somos capazes de todas as mudanças que queremos, e que só basta uma coisinha: Começar essa mudança! Aguardamos vocês.

Quem puder levar água, frutas, um lanche leve, será muito bem vindo, faremos assim um roda de comidas e felicidade.

TRAGAM SEMENTES PARA A FEIRA DE TROCAS!!!

Beijos de luz.

***

*Comentário do blog: Supimpa!

*****

Anúncios

Link permanente Deixe um comentário

Campo Grande,MS, enfrenta dificuldade para acabar com rotatórias

27/01/2015 at 08:18 (*Liberdade e Diversidade) (, , , , )

rotatórias1

rotatórias2rotatórias3Estudos para construir passagem na Gury Marques começaram, mas na Mato Grosso tudo está parado

Depois da Prefeitura de Campo Grande, MS, anunciar o início de estudos para construção de viaduto na Avenida Gury Marques, onde há uma rotatória e caos no trânsito em horários de pico, muitos se lembraram de outro projeto que também previa a construção de uma passagem elevada no lugar da rotatória para acabar com os congestionamentos na Avenida Mato Grosso com a Via Parque. Ver reportagem completa de Aliny Mary Dias na edição de hoje (27) do jornal Correio do Estado. As fotos são de Gerson Oliveira. Clique sobre as imagens para ampliá-las! A charge de Éder abaixo é também da edição de hoje do Correio. Um barato!

http://www.correiodoestado.com.br

rotatóriascharge

*****

Link permanente Deixe um comentário

Parque Estadual do Prosa é aberto para visitação na capital de MS

26/01/2015 at 12:09 (*Liberdade e Diversidade) (, , , , , , , )

Parque do Prosa 1Parque Estadual do Prosa, em Campo Grande (Foto: Reprodução/TV Morena)

frame-parque-prosaVisitas devem ser marcadas com antecedência.
Passeio é opção de lazer durante as férias.

25/01/2015

Do G1 MS

O Parque Estadual do Prosa, em Campo Grande, está aberto para visitação. O roteiro, que inclui visita ao Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras), é uma ótima opção para o período de férias. Conforme divulgado pela subsecretaria de comunicação do Governo do Estado, passeios ao local devem ser agendados.

Com 132,25 hectares, o parque fica dentro do perímetro urbano de Campo Grande e conserva ecossistema do Cerrado, a fauna e a flora e as nascentes do córrego Prosa. Também é usado como fonte de pesquisa para acadêmicos e estudantes.

cutia_11x

Cutia – pode ser vista no local

A recomendação é agendar com antecedência a visita, pelo telefone (67) 3326-1370. As visitas ao Cras ocorrem apenas nas terças, quintas e sábado.

Ainda de acordo com a subsecretaria de comunicação, os passeios são feitos entre terça-feira e sábado, de manhã ou à tarde, conforme estabelecido no agendamento. Não é permitido coletar plantas, nadar, pescar, causar danos ao patrimônio, entre outras ações.

As pesquisas são autorizadas apenas pelo Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul). Mais informações sobre pesquisas pelo telefone (67) 3318-5713. O parque está localizado dentro do Parque dos Poderes.

Saiba mais:

Parques e praças passam a funcionar em novo horário em Campo Grande

*****

Link permanente Deixe um comentário

Drones e softwares de leitura foram a sensação da Showtec 2015 no MS

26/01/2015 at 09:24 (*Liberdade e Diversidade, Hermano de Melo) (, , , , , , , )

drones na lavoura 1

drones na lavoura 2drones 3Uso de veículos aéreos não tripulados na agricultura permite identificar pragas, doenças, nematoides, invasoras e muito mais, à distância, sem entrar na lavoura

Imagine a possibilidade de se determinar, sem entrar na lavoura, à distância, a área ocupada por nematóides, por plantas invasoras, a identificação de falhas de plantio, medir porcentagem de cobertura vegetal, constatar se há pragas e doenças, entre muitas outras informações da área cultivada. Isso passa a ser possível quando o produtor adere à utilização de Drones ou Vants – Veículos Aéreos Não Tripulados – na agropecuária. é uma novidade para o setor do agronegócio, que pode facilitar em muito a vida do agricultor. Para alguns, ainda é cedo para começar a utilizar os Drones na agricultura, para outros e importante começar a conviver com a nova tecnologia. Ver matéria completa assinada por Maurício Hugo no Correio Rural do jornal Correio do Estado desta segunda-feira (26). 

http://www.correiodoestado.com.br

***

*Comentário do blog: Supimpa,Maurício,supimpa!

*****

Link permanente Deixe um comentário

Justiça aceita denúncia em obra de aterro sanitário de Campo Grande,MS

24/01/2015 at 09:07 (*Liberdade e Diversidade, Hermano de Melo) (, , , , , , )

aterro 2Ação impetrada em abril aponta diversas irregularidades em construção do Dom Antônio Barbosa II

O ex-prefeito de Campo Grande Nelson Trad Filho se tornou réu no processo de improbidade administrativa ajuizado pelo MPF (Ministério Público Federal) sobre a construção do aterro sanitário Dom Antônio Barbosa II. Outras sete pessoas e a empresa Anfer Construções e Comércio também foram acusadas. Ver reportagem completa de Leandro Abreu na edição de hoje do jornal “O Estado MS”. A foto supimpa é de Saul Schramm. Clique sobre a imagem para ampliá-la!

http://www.oestadoms.com.br

*****

Link permanente Deixe um comentário

Imagem do dia: Rapaz empina moto e namorada cai em córrego de Campo Grande,MS

19/01/2015 at 09:53 (*Liberdade e Diversidade, Hermano de Melo) (, , , , , )

acidente moto*Ver matéria completa assinada por Cristina Livramento na edição de hoje (19) do jornal “O Estado MS”. A foto é de Saul Schramm. Clique sobre a imagem para ampliá-la!

http://www.oestadoms.com.br

***

**Comentário do blog: Triste,muito triste. Sniff,Sniff…

*****

Link permanente Deixe um comentário

Seca atrasa em 2 anos produção de peixes em tanque-rede em MS

05/01/2015 at 09:38 (*Liberdade e Diversidade) (, , , , , , , , )

Parques aquícolasFalta de chuvas na Usina Hidrelétrica de Ilha Solteira prejudicou implantação dos parques aquícolas 

piscicultura no estado                                             números de pesca no ms

 

 

 

 

 

 

 

Dentre os parques aquícolas projetados para Mato Grosso do Sul, Ilha Solteira é o único instalado e com produtores explorando as áreas.

*Ver reportagem completa de Daniella Arruda na edição de hoje (05/01) do jornal Correio do Estado.

http://www.correiodoestado.com.br

*****

Link permanente Deixe um comentário

Em Ladário, MS, 6º Distrito Naval é investigado por licença suspeita

15/12/2014 at 14:22 (*Liberdade e Diversidade) (, , , , , )

marinha

ladário 2

Área para construção de quartel foi desmatada sem estudo de impacto ambiental (Foto: Reprodução)

15 de Dezembro de 2014

CELSO BEJARANO / CORREIO DO ESTADO

Imagens captadas de satélite exibem desmatamentos 

LADÁRIOTenente do Exército, em Campo Grande, MS, virou pivô de uma investigação que implica a Marinha brasileira. O episódio envolve uma licença ambiental para construção de quartel, tida como suspeita, conquistada em tempo recorde pelo 6º Distrito Naval, em Ladário, fronteira de Mato Grosso do Sul com a Bolívia. O caso foi parar no gabinete da ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, a qual pediu que o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), em Campo Grande, instaurasse inquérito administrativo e que a questão seja investigada também pelo Ministério Público Federal (MPF).

De acordo com a denúncia, em junho passado 7,2 hectares de uma área situada à beira do Rio Paraguai foram desmatados por meio de licença ambiental emitida pelo chefe do Ibama, em Corumbá, Gilberto Alves da Costa. No local, será erguido o batalhão de Operações Ribeirinhas, quartel das Forças Armadas. Assim que soube da licença, conforme a denúncia, o tenente do Exército Luiz Fernando Britto Moreira da Costa comentou que o licenciamento ambiental para a construção do 9º Batalhão de Comunicação, em Campo Grande, ao lado da Escola Militar, no Bairro Santo Amaro, havia demorado um ano para ser emitido.

Inconformado

A ponderação do militar chegou aos ouvidos do coordenador do Núcleo de Licenciamento Ambiental do Ibama em MS, Reginaldo Gomes Yamaciro.

Questionado oficialmente, Yamaciro contou como tomou conhecimento da emissão da referida autorização. “Por ocasião de protocolo de alguns documentos relativos à implantação do quartel do 9º Batalhão de Comunicações em Campo Grande, processo Ibama 02001.006973/2012-10, o responsável pelo licenciamento daquela unidade militar, tenente Luiz Fernando Britto Moreira da Costa, esteve em nossa sala na superintendência [do Ibama] para comunicar o protocolo dos tais documentos, e na ocasião estavam presentes [servidores do instituto], quando o referido militar citou que um oficial daquela organização militar estava inconformado com o Ibama, pois a emissão da licença de instalação para a construção do quartel havia demorado mais de um ano para ser emitida, ao passo que uma licença para a Marinha havia sido emitida em menos tempo [cerca de uma semana]”, diz trecho do depoimento de Yamaciro, concedido em 28 de novembro passado, o qual o Correio do Estado teve acesso.

Ainda segundo o documento, Yamaciro peguntou ao tenente do Exército que tipo de licença a Marinha tinha obtido, já que o Ibama desconhecia o fato. O oficial mostrou ao chefe do Núcleo de Licenciamento a cópia da autorização, destinada a ele por e-mail, por algum colega do 6º Distrito Naval. Até ali, Yamaciro disse que ninguém do Ibama, a não ser o chefe do instituto, em Corumbá, sabia da licença autorizada. A autorização para o desmate concedida à Marinha, em Ladário, tem uma série de imperfeições, segundo a denúncia.

Uma delas: a autorização exigiria, já de início, o chamado Estudo de Impacto Ambiental, o Eia, completo ou simplificado, “o qual depende de projeto técnico assinado por engenheiros e equipe multidisciplinar, o que, no caso, não houve”, diz parte da denúncia. Ainda na queixa é dito que, “sendo assim, verifica-se que se trata de crime ambiental, dentre outras condutas ilícitas, possível falsificação de documento público, usurpação de função, dentre outras tipificações, praticado pelo chefe do ER [escritório regional] de Corumbá, o que induziu a erro da instituição militar”.

A reportagem tentou, ontem, localizar o chefe do Ibama, em Corumbá, mas não conseguiu.

***

*Comentário do blog: Tudo indica que isso ainda vai dar “muito pano pra manga”!

*****

Link permanente Deixe um comentário

Poeta Manoel de Barros morre aos 97 anos em Campo Grande, MS (II)

13/11/2014 at 15:51 (*Liberdade e Diversidade) (, , )

manoel-de-barrosMorte foi confirmada pelo hospital Proncor, onde ele estava internado  (Foto: Divulgação)

13 de Novembro de 2014

TARYNE ZOTTINO / Correio do Estado

Poeta completaria 98 anos em dezembro 

Morreu nesta quinta-feira (13), às 8h05min, aos 97 anos, o poeta Manoel de Barros. Ele havia passado por uma cirurgia de desobstrução do intestino e estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Proncor de Campo Grande.

A morte foi confirmada em nota enviada pelo hospital e assinada pela coordenadora médica da UTI, Carmelita A. Vilela. O poeta completaria 98 anos no dia 19 de dezembro. O velório acontece Cemitério Parque das Primaveras e o sepultamento, que aconteceria às 8h de amanhã (14), foi remarcado para hoje, às 17h.

O fazendeiro, advogado e poeta Manoel de Barros nasceu em Cuiabá (MT), em 1916. Mudou-se para Corumbá e depois para Campo Grande, onde morava atualmente.

Na família, era chamado carinhosamente de Nequinho. Ele escreveu 18 livros de poesia, além de livros infantis e relatos autobiográficos. Recebeu prêmios literários, incluindo dois Jabutis, em 1989, com “O Guardador de Águas” e, em 2002, com “O Fazedor do Amanhecer”.

Obras

1937 — Poemas concebidos sem pecado.
1942 — Face imóvel.
1956 — Poesias.
1960 — Compêndio para uso dos pássaros.
1966 — Gramática expositiva do chão.
1974 — Matéria de poesia.
1980 — Arranjos para assobio.
1985 — Livro de pré-coisas. [Ilustração da capa: Martha Barros].
1989 — O guardador das águas.
1990 — Gramática expositiva do chão: Poesia quase toda.
1993 — Concerto a céu aberto para solos de aves. Rio de Janeiro, Editora Civilização Brasileira.
1993 — O livro das ignorãças.
1996 — Livro sobre nada. (Ilustrações de Wega Nery).
1996 — Das Buch der Unwissenheiten. Edição da revista alemã Akzente.
1998 — Retrato do artista quando coisa. [Ilustrações de Millôr Fernandes].
2000 — Ensaios fotográficos.
2000 — Exercícios de ser criança.
2000 — Encantador de palavras. Edição portuguesa.
2001 — O fazedor de amanhecer
2001 — Tratado geral das grandezas do ínfimo. [Ilustrações de Martha Barros].
2001 — Águas.
2003 — Para encontrar o azul eu uso pássaros.
2003 — Cantigas para um passarinho à toa.
2003 — Les paroles sans limite. Edição francesa.
2003 — Todo lo que no invento es falso. [Antologia]. Espanha
2004 — Poemas Rupestres.[Ilustrações de Martha Barros].
2005 — Riba del dessemblat. [Antologia poética]. Edição catalã. [Lleonard Muntaner, Editor].
2005 — Memórias inventadas I. [Ilustrações de Martha Barros].
2006 — Memórias inventadas II. [Ilustrações de Martha Barros].
2007 — Memórias inventadas III. [Ilustrações de Martha Barros].
2010 — Menino do Mato.
2010 — Poesias Completas.[Editora LeYa].
2011 — Escritos em Verbal de Aves. [Editora LeYa].

2013 — Portas de Pedro Viana.

Prêmios e condecorações

1960 — Prêmio Orlando Dantas. Diário de Notícias, com o livro “Compêndio para uso dos pássaros”.
1966 — Prêmio Nacional de poesias, com o livro “Gramática expositiva do chão”.
1969 — Prêmio da Fundação Cultural do Distrito Federal, com o livro “Gramática expositiva do chão”.
1989 — Prêmio Jabuti de Literatura, na categoria Poesia, como o livro “O guardador de águas”
1990 — Prêmio Jacaré de Prata da Secretaria de Cultura de Mato Grosso do Sul, como melhor escritor do ano.
1996 — Prêmio Alfonso Guimarães da Biblioteca Nacional, com o livro “Livro das ignorãças”.
1997 — Prêmio Nestlé de Poesia, com o livro “Livro sobre nada”.
1998 — Prêmio Nacional de Literatura do Ministério da Cultura, pelo conjunto da obra.
2000 — Prêmio Odilo Costa Filho da Fundação do Livro Infanto Juvenil, com o livro “Exercício de ser criança”.
2000 — Prêmio Academia Brasileira de Letras, com o livro “Exercício de ser criança”.
2002 — Prêmio Jabuti de Literatura, na categoria livro de ficção, com “O fazedor de amanhecer”
2005 — Prêmio APCA 2004 de melhor poesia, com o livro “Poemas rupestres”.
2006 — Prêmio Nestlé de Literatura Brasileira, com o livro “Poemas rupestres”.
2010 — Prêmio Bravo (Bradesco Prime de cultura), como Artista Bradesco Prime 2010.
2012 – Prêmio de Literatura da Casa da América Latina/Banif 2012 (Portugal), de criação literária, pelo livro “Poesia completa”, publicado pela Caminho.

*Matéria editada às 13h para atualização de informações

*****

Link permanente Deixe um comentário

Centro de Arte Viva comemora 25 anos com concerto especial em Campo Grande,MS

01/11/2014 at 10:46 (*Liberdade e Diversidade) (, , , , , , , , )

Sem títuloEm cerca de duas horas, um dos mais importantes espaços de formação cultural da Capital o Centro de Arte Viva, repassara,hoje, às 20:30 horas, no Teatro Glauce Rocha, um pouco de sua trajetória durante os 25 anos de atividades. As atrações lembrarão duas vertentes importantes da instituição: a iniciação artística e a divulgação de momentos importantes da ópera. Ingresso: R$25. Ver matéria completa na edição de hoje do Correio do Estado.

http://www.correiodoestado.com.br

***

Comentário do blog: Supimpa!

*****

Link permanente Deixe um comentário

Next page »