Dilma tem 39%, Marina, 25%, e Aécio, 19%, aponta pesquisa Ibope

30/09/2014 at 22:02 (*Liberdade e Diversidade)

IbopePesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (30) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto na corrida para a Presidência da República:

– Dilma Rousseff (PT): 39%
– Marina Silva (PSB): 25%
– Aécio Neves (PSDB): 19%
– Pastor Everaldo (PSC): 1%
– Luciana Genro (PSOL): 1%
– Zé Maria (PSTU): 0%*
 Eduardo Jorge (PV): 0%*
– Rui Costa Pimenta (PCO): 0%*
– Eymael (PSDC): 0%*
– Levy Fidelix (PRTB): 0%*
– Mauro Iasi (PCB): 0%*
– Branco/nulo: 7%
– Não sabe/não respondeu: 7%

* Cada um dos seis indicados com 0% não atingiu 1% das intenções de voto; somados, eles têm 1%

Em simulação de segundo turno, Dilma tem 42% e Marina, 38%.
Instituto ouviu 3.010 eleitores entre os dias 27 e 29 de setembro.

30/09/2014 20h09 – Atualizado em 30/09/2014 20h29

Do G1, em São Paulo

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “O Estado de S.Paulo”.

No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 23, Dilma tinha 38%, Marina, 29%, e Aécio, 19%.

Segundo turno

Ibope 2

Ibope também simulou três cenários de segundo turno. São eles:

– Dilma Rousseff: 42%
– Marina Silva: 38%
– Branco/nulo: 12%
– Não sabe/não respondeu: 8%

– Dilma Rousseff: 45%
– Aécio Neves: 35%
– Branco/nulo: 12%
– Não sabe/não respondeu: 8%

– Marina Silva: 38%
– Aécio Neves: 34%
– Branco/nulo: 16%
– Não sabe/não respondeu: 12%

O Ibope ouviu 3.010 eleitores em 203 municípios entre os dias 27 e 29 de setembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%, o que quer dizer que, se levarmos em conta a margem de erro de dois pontos, a probabilidade de o resultado retratar a realidade é de 95%. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-00909/2014.

Espontânea

Na modalidade espontânea da pesquisa (em que o pesquisador somente pergunta ao eleitor em quem ele pretende votar, sem apresentar a relação de candidatos), o resultado foi o seguinte:

– Dilma Rousseff (PT): 36%
– Marina Silva (PSB): 21%
– Aécio Neves (PSDB): 16%
– Outros: 1%
– Branco/nulo: 9%
– Não sabe/não respondeu: 1%

Rejeição

De acordo com a pesquisa, a presidente Dilma tem a maior taxa de rejeição (percentual dos que disseram que não votam em um candidato de jeito nenhum). Nesse item da pesquisa, os entrevistados puderam escolher mais de um nome.

– Dilma Roussef: 31%
– Marina Silva: 20%
– Aécio Neves: 19%
– Pastor Everaldo: 14%
– Levy Fidelix : 11%
– Zé Maria: 10%
– Eymael: 10%
– Luciana Genro: 9%
– Mauro Iasi: 9%
– Rui Costa Pimenta: 8%
– Eduardo Jorge: 8%

Avaliação do governo

A pesquisa mostra que a administração da presidente Dilma tem a aprovação de 38% dos eleitores entrevistados – no levantamento anterior, divulgado no último dia 23, o índice era de 39%. O percentual de aprovação reúne os entrevistados que avaliam o governo como “ótimo” ou “bom”.

Os que julgam o governo “ruim” ou “péssimo” são 28%, segundo o Ibope. Para 33%, o governo é “regular”. Os dois índices são os mesmos do levantamento anterior.

O resultado da pesquisa de avaliação do governo Dilma foi o seguinte:
– Ótimo/bom: 38%
– Regular: 33%
– Ruim/péssimo: 28%
– Não sabe/não respondeu: 1%

Expectativa de vitória

O Ibope também perguntou aos entrevistados quem eles acham que será o próximo presidente da República, independentemente da intenção de voto. Para 58%, Dilma sairá vitoriosa; 20% acreditam que Marina ganhará; e 10% apostam na vitória de Aécio; 12% não sabem ou não responderam.

*****

Anúncios

Link permanente Deixe um comentário

Dilma tem 40%, Marina, 25%, e Aécio, 20%, aponta pesquisa Datafolha

30/09/2014 at 21:32 (*Liberdade e Diversidade)

Datafolha1Pesquisa Datafolha divulgada nesta terça-feira (30) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto na corrida para a Presidência da República:

– Dilma Rousseff (PT): 40%
– Marina Silva (PSB): 25%
– Aécio Neves (PSDB): 20%
– Pastor Everaldo (PSC): 1%
– Luciana Genro (PSOL): 1%
– Eduardo Jorge (PV): 0%*
– Zé Maria (PSTU): 0%*
– Rui Costa Pimenta (PCO): 0%*
– Eymael (PSDC): 0%*
– Levy Fidelix (PRTB): 0%*
– Mauro Iasi (PCB): 0%*
– Branco/nulo/nenhum: 5%
– Não sabe: 5%

* Cada um dos seis indicados com 0% não atingiu, individualmente, 1% das intenções de voto; somados, eles têm 1%.

Em simulação de segundo turno, Dilma tem 49% e Marina, 41%.
Instituto ouviu 7.520 eleitores nos dias 29 e 30 de setembro.

30/09/2014

Do G1, em São Paulo

No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 26, Dilma tinha 40%, Marina, 27%, e Aécio, 18%.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “Folha de S.Paulo”.

candidatos à presidência

todos os candidatos

datas das eleições

ordem da votação

tira-dúvidas

título e local de votação

pesquisas

propostas: governador

jogo eleitoral

Segundo turno:

datafolha2

O levantamento divulgado nesta terça indica que, em um eventual segundo turno entre Dilma e Marina, a candidata do PT tem 49% das intenções de voto e a do PSB, 41%. Na semana passada, Dilma tinha 47% e Marina, 43%.

Na simulação de segundo turno entre Dilma e Aécio, a petista vence por 50% a 41% (50% a 39% na semana anterior).

Datafolha ouviu 7.520 eleitores em 311 municípios nos dias 29 e 30 de setembro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de dois pontos prevista. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00905/2014.

Espontânea

Na modalidade espontânea da pesquisa (em que o pesquisador somente pergunta ao entrevistado em quem ele pretende votar, sem apresentar a lista de candidatos), os resultados são os seguintes:

– Dilma Rousseff : 35%
– Marina Silva: 20%
– Aécio Neves: 16%
– Outras respostas: 3%
– Em branco/nulo/nenhum: 5%
– Não sabe: 22%

Rejeição

A presidente Dilma tem a maior taxa de rejeição (percentual dos que disseram que não votam em um candidato de jeito nenhum). Nesse item da pesquisa, os entrevistados puderam escolher mais de um nome. Veja os números:

– Dilma Rousseff: 31%
– Marina Silva: 25%
– Aécio Neves: 23%
– Pastor Everaldo: 22%
– Levy Fidelix: 20%
– Zé Maria: 18%
– Eymael: 18%
– Luciana Genro: 16%
– Rui Costa Pimenta: 15%
– Eduardo Jorge: 15%
– Mauro Iasi: 14%

Avaliação da presidente

A pesquisa mostra que a administração da presidente Dilma Rousseff tem a aprovação de 39% dos entrevistados – eram 37% no levantamento anterior, divulgado no último dia 26. O percentual de aprovação reúne os entrevistados que avaliam o governo como “ótimo” ou “bom”.

Os que julgam o governo “ruim” ou “péssimo” são 23%, segundo o Datafolha (ante os 22% da semana passada). Para 37%, o governo é “regular” (eram 39% no levantamento anterior).

O resultado da avaliação é:
– Ótimo/bom: 39%
– Regular: 37%
– Ruim/péssimo: 23%
– Não sabe: 1%

A nota média atribuída pelos entrevistados ao governo foi 6,1 (a mesma da semana anterior).

Veja também:

Dilma tem 40%, Marina, 27%, e Aécio, 18%, aponta pesquisa Datafolha

26/09/2014

Dilma tem 37%, Marina, 30%, e Aécio, 17%, diz pesquisa Datafolha

19/09/2014

Nova pesquisa Datafolha revela empate técnico entre Dilma e Marina

Diferença entre as duas passou de um para três pontos percentuais. Dilma Rousseff manteve a liderança.

11/09/2014

Dilma tem 36%, Marina, 33%, e Aécio, 15%, indica pesquisa Datafolha

Pesquisa mostra empate técnico entre Marina Silva, do PSB, e Dilma Rousseff, do PT, no primeiro turno.

*****

Link permanente Deixe um comentário

Refazendo a manhã (Crônica da Tarde)

30/09/2014 at 16:39 (*Liberdade e Diversidade)

maria da gloriaMaria da Glória Sá Rosa*

“Um galo sozinho não tece uma manhã.”

(João Cabral de Melo Neto)

Anos voaram. Quarenta deles foram-se lentamente, mas foi como se tivessem transcorrido hoje. Um tsunami varreu as ruas de Campo Grande onde apenas o colorido dos ipês fala de um tempo sem pressa, exceto a de chegar ao Colégio de Aplicação para encontrar o sorriso dos amigos e sentir a esperança e a liberdade deslizarem nos pátios e nas paredes como signos de felicidade.

A história de hoje começou quando fui achar num dos vãos do castelo das coisas imprevisíveis, como denomina Ricardo Piglia a memória, um pedaço de minha vida com as meninas da segunda turma do Colégio de Aplicação, anos 1970. Maria Selma foi a primeira a descobrir o texto “Lembranças do Colégio de Aplicação” onde narrei as “aventuras” de um exame de Literatura Portuguesa, no tempo em que as provas eram entregues numa folha mimeografada ainda úmida de álcool e mais tarde impregnada de angústia. Mais tarde, ela o postou no Facebook, onde foi visto e comentado pela turma inteira.

Glorinha

A tecnologia virou o mundo de pernas para o ar. Computadores, celulares, tablets invadiram as salas de reunião de todo o planeta, permitindo a imediata comunicação, desconhecida e suspirada nos tempos de antanho. Como no poema de João Cabral de Melo Neto “Tecendo a manhã” em que os galos constroem o amanhecer, a mensagem foi passando de uma a uma, cruzando-se a partir de um fio tênue, até incorporar-se em tela, que abrigou todas as personagens de um pedaço de vida, unidas embaixo daquele tecido leve e aéreo que só as lembranças são capazes de produzir.

O corte no tempo e a pressão no espaço permitiram a reunião na casa da Belchiss para uma feijoada mágica, onde foram se agregando pouco a pouco as atrizes de uma peça construída com os fios da inteligência e da emoção. De repente, vi-me abraçada por Maria Eugênia (Meme), Maria Rita, Leila, Regina, Jussimar, Elizabeth, num encontro, em que, à maneira de Proust, encontrei além do sabor dos alimentos as delícias dos risos, da conversa descontraída em momentos que foram a mais preciosa das dádivas que o tempo poderia oferecer-me.

Descobri que nenhuma daquelas amigas pertencia à categoria das frequentadoras das clínicas de cirurgias plásticas, das vitaminas mágicas, da “mídia jovem”, desoladas com a transitoriedade, que faz do tempo, o maior dos castigos. Vi-me rodeada por um bando de “adolescentes” que, sem os recursos do botox, as ginásticas mentirosas, guardavam no rosto, na fala, no olhar os mesmos traços de vitalidade do tempo em que meus olhos reinventavam. Aquelas meninas, que hoje são mães e avós, prosseguem na vida com a coragem das mulheres que não se deixaram vencer pela inércia.

Firmes na conquista dos sonhos, frequentaram universidades, viajaram pelo mundo, ocuparam postos importantes, sem se deixar sufocar pelo inferno da repetição. Fez parte do grupo que se reuniu no WhatsApp, Luiz Carlos Rossi, marido da Belchiss, que, além do preparo da feijoada, presenteou-me com um texto no qual resumiu a felicidade de um reencontro em que cada um de nós descobriu que na vida alguma coisa de fundamental sempre permanece.

Nesse momento em que paramos, recolhemos sensações maravilhosas escondidas no núcleo que define cada pessoa e que é nossa razão de viver. Valeu a manhã da comunicação tecida com os fios róseos da lembrança.

*Professor e Escritora da Academia Sul-mato-grossense de Letras – Campo Grande, MS.

**Crônica publicada hoje (30/09) no jornal Correio do Estado.

*****

Link permanente Deixe um comentário

Caso Aranha: Polícia divulga imagens para tentar identificar mais envolvidos

30/09/2014 at 15:31 (*Liberdade e Diversidade)

gremistas 2 Torcedores gremistasAutoridades indiciaram quatro torcedores e tentam identificar outros três

Polícia ainda não conseguiu identificar torcedores H1, H2 e H3. Imagem mostra Éder Braga (H4) e Rodrigo Rychter (H5) (Foto: Polícia Civil / Divulgação)

30/09/2014

Por GloboEsporte.com / Porto Alegre

A Polícia Civil indiciou nesta terça-feira quatro torcedores do Grêmio por injúria racial no inquérito do caso Aranha, em partida realizada entre Grêmio e Santos pela Copa do Brasil, em 28 de agosto. No entanto, ainda trabalha para identificar outros três envolvidos no incidente. Para auxiliar na investigação, as autoridades divulgaram imagens com todos os flagrados ao proferirem ofensas de cunho racista ao goleiro adversário.

racismo3

Patrícia Moreira

Entre os indiciados está Patrícia Moreira, a jovem que foi flagrada por câmeras de TV gritando a palavra “macaco”. Além de Patrícia, estão nos documentos os nomes de Éder Braga, que é negro, Rodrigo Rychter e Fernando Ascal.

Os torcedores foram identificados através de análise das imagens das câmeras de segurança do estádio, auxilio de fonoaudiólogas e depoimentos. Outras duas pessoas também aparecem durante as gravações, mas a polícia ainda tenta confirmar as participações nos incidentes envolvendo o goleiro adversário.

Em contato com o GloboEsporte.com, o advogado de defesa de Patrícia, Alexandre Rossato, afirmou que a decisão já era esperada.

-Vamos trabalhar e esperar judicializar o processo para preparar a defesa dela – afirmou.

Já Rodrigo Rychter alegou ao GloboEsporte.com ter sido pego de surpresa por ter sido indiciado. O torcedor nega ter participado de qualquer ato de injúria racial.

– Não estava nem sabendo. Tenho que ver certinho o que vou fazer, me pegou desprevenido. Eu não sei o motivo (de ter sido indiciado) – conta Rychter.

Com o inquérito Patrícia Moreira foi flagrada ao gritar ‘macaco’ para o goleiro Aranha, do Santos (Foto: Reprodução/ESPN)concluído, ele é encaminhado à Justiça, que o remete ao Ministério Público. Caso o MP denuncie os indiciados, eles serão julgados pela Justiça. Ainda de acordo com a polícia, as investigações vão continuar para identificar nome e endereço dos outros quatro torcedores que acabaram não sendo indiciados.

A pena para injúria racial é de um a três anos de reclusão. O delegado afirma, porém, que a Justiça irá decidir quem irá cumprir pena e quais torcedores terão de se apresentar em delegacias em horários de jogos.

Patrícia Moreira foi flagrada ao gritar ‘macaco’ para o goleiro Aranha, do Santos (Foto: Reprodução/ESPN)

Entenda o caso

incidente ocorreu aos 42 minutos do segundo tempo, quando Aranha reclamou com o árbitro Wilton Pereira Sampaio, alegando ter sido vítima de xingamentos por parte da torcida. O juiz mandou a partida seguir, mesmo sendo alertado por jogadores do Santos dos incidentes que ocorriam fora de campo.

A jovem mostrada pelas imagens do canal ESPN foi afastada do trabalho no Centro Médico e Odontológico da Brigada Militar. Patrícia Moreira era funcionária de uma empresa terceirizada e prestava serviços de auxiliar de odontologia na clínica da polícia militar gaúcha. As imagens da torcedora ofendendo o goleiro santista começaram a circular pelas redes sociais logo após a partida. Aranha registrou boletim de ocorrência na 4ª Delegacia de Polícia no dia seguinte à partida. A torcedora, que deixou a casa onde morava, teve parte da residência incendiada por um jovem que confessou o crime.

O clube recorreu ao pleno do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para tentar reverter a exclusão da Copa do Brasil. No julgamento na sexta-feira, porém, o STJD decidiu manter parcialmente a decisão da 3ª comissão disciplinar que retirou o time da competição. Os auditores votaram contra a exclusão e decidiram punir os gaúchos com a perda de pontos, o que acarretou na eliminação da equipe, já que esta havia perdido a partida de ida para o Santos por 2 a 0, pelas oitavas.

*****

Link permanente Deixe um comentário

Durante novos ataques em SC, ex-agente prisional é morto

30/09/2014 at 14:49 (*Liberdade e Diversidade)

incêndio em floripa“Ônibus incendiado em Santa Catarina” (Guto Kuerten-Agência RBS/Estadão)

Em 6 dias, a PM contabilizou 22 atentados a ônibus, bases policiais, viaturas e casas de agentes; 4 suspeitos foram presos e 2 mortos

30/09/2014

Por Tomás M. Petersen, estadao.com.br

FLORIANÓPOLIS – As últimas 24 horas foram as mais tensas desde a retomada dos ataques em Santa Catarina. Desde a tarde de segunda-feira, 29, até a manhã desta terça-feira, 30, foram pelo menos quatro atentados a ônibus, quatro ataques a bases e casas de policiais e o homicídio de um agente prisional aposentado em Criciúma, no sul do Estado. Nos últimos seis dias, desde quando os atentados começaram na noite de sexta-feira, 26, com dois ônibus incendiados na Grande Florianópolis, a Polícia Militar já contabilizou 22 ataques.

O assassinato aconteceu por volta das 23h30. O agente foi chamado fora de casa e acabou recebendo três tiros, dois nas costas e um na cabeça, morrendo na hora. Ele estava aposentado há cinco anos da função.

Com o reforço na segurança, com escolta de ônibus e a recomendação para que os coletivos deixassem de circular durante a madrugada, nesta segunda-feira, as ocorrências começaram a acontecer em outras regiões do Estado. Na noite desta segunda-feira, dois ônibus foram incendiados no Vale do Itajaí, em Navegantes e Itapema.

Ao todo, 13 ônibus foram incendiados. Somente em Tijucas na madrugada desta terça-feira, cinco veículos de uma prestadora de serviços da prefeitura foram queimados na garagem. Já o último ataque aconteceu pela manhã, às 7h20, em Florianópolis, no sul da ilha, depois que os coletivos tinham voltado a circular. O cobrador ficou dentro do ônibus e teve que pular por uma janela.

Depois desse novo atentado na capital, o sindicato dos trabalhadores do transporte coletivo de Florianópolis, conforme nota divulgada na segunda-feira, vai parar as atividades depois das 18h30. A medida é uma forma de preservar a vida dos funcionários.

Os ataques foram retomados na tarde de segunda-feira, quando dois bandidos em um carro atiraram contra uma base da PM em Florianópolis. Durante a fuga e a perseguição, eles acabaram capotando o carro, atropelando duas pedestres, que ficaram e estado grave. Houve tiroteio, e os criminosos se esconderam no manguezal. Um primeiro suspeito, menor de idade, foi detido nas primeiras horas, mas as buscas pelo segundo duraram aproximadamente seis horas.

Além dos ônibus incendiados, houve também cinco ataques a bases policiais, quatro contra casas de agentes de segurança e duas viaturas alvejadas. Um posto de gasolina em Palhoça também foi alvo de criminosos, mas os funcionários conseguiram conter as chamas antes de maiores estragos.

Ao todo, dois criminosos foram mortos em confronto com a polícia, na madrugada de domingo após um ataque a um depósito da Polícia Civil em Palhoça. Policiais militares em ronda identificaram dois suspeitos numa moto, e após tiroteio, um foi morto na hora e outro levado ao Hospital Regional de São José, onde faleceu na segunda-feira. Outros quatro suspeitos de envolvimento em atentados foram presos nesta segunda-feira.

Veja mais:

Aécio: 40 ministérios são para atender à ‘companheirada’

Empresário nega envolvimento da Engevix com Youssef

Aécio: 2015 será mais difícil sem nossa candidatura

Capital da mentirinha

Câncer de mama nas redes sociais

*****

Link permanente Deixe um comentário

Charge do Myrria: CPI da Petrobrás

30/09/2014 at 11:51 (*Liberdade e Diversidade)

CPI Petrobrás

Charge de hoje (30/09) do Myrria para o jornal “A Crítica” de Manaus (AM). Supimpa!

*****

Link permanente Deixe um comentário

O povo clama por reforma política (Leitura do dia)

30/09/2014 at 11:20 (*Liberdade e Diversidade)

Reforma Política

29 de setembro de 2014

Por Umberto Martins, no site Vermelho:

Mais de sete milhões de pessoas participaram do plebiscito popular por uma Constituinte Exclusiva Soberana do Sistema Político organizado por centenas de organizações dos movimentos sociais na primeira semana de setembro. Nas urnas fixas instaladas em vários pontos pelo país votaram 6,95 milhões e outros 1,74 milhão pela internet. A convocação da Constituinte recebeu o apoio de 97,05% dos votantes.

Estima-se que cerca de 100 mil militantes estiveram envolvidos na mobilização, que também recolheu assinaturas para o projeto de lei de iniciativa popular que promove a reforma política e proíbe o financiamento privado de campanha. O ex-presidente Lula, artistas e até candidatos à Presidência, além de lideranças populares, votaram. Foi uma mobilização massiva, que ecoou as manifestações de junho e corresponde a um clamor das forças progressistas e do povo.

Um silêncio eloquente

Os grandes meios de comunicação, monopolizados por meia dúzia de famílias burguesas, simplesmente silenciaram. É um silêncio eloquente, que muito nos diz sobre a natureza de classe e o caráter ideológico desta mídia, que age como um partido político (o Partido da Imprensa Golpista – PIG, na definição do jornalista Paulo Henrique Amorim), francamente reacionário e hostil às forças progressistas e aos movimentos sociais.

Há uma ampla e crescente unidade na sociedade sobre a necessidade de uma reforma política democrática. A coalizão que liderou a campanha realizada entre 1 e 7 de setembro reúne OAB, CNBB, MST, UNE, CTB, CUT e outras centrais sindicais, partidos políticos de esquerda e centenas de entidades dos chamados movimentos sociais. Reina neste meio a consciência de que uma reforma política democrática é pré-condição para as mudanças mais profundas que a nação demanda.

A questão central, neste caso, embora não única, é o financiamento privado das campanhas políticas, realizado principalmente por grandes capitalistas, que sempre foram e serão movidos por interesses econômicos e ideológicos geralmente opostos aos do povo brasileiro. É por este meio que se consolida a subordinação do poder político ao poder econômico.

O TSE estima que R$ 73 bilhões deverão ser gastos na campanha eleitoral deste ano em todo o país, sem considerar o Caixa 2. O grosso desses recursos provém de grandes empresas nacionais e estrangeiras. Em outras palavras, é a grande burguesia quem tem poder para “doar” tantos bilhões e, com isto, acaba dominando os políticos e as instituições, em detrimento dos interesses do povo e da nação.

O que os capitalistas dão com uma mão cobram com a outra, impondo uma política econômica conservadora e bloqueando no Congresso Nacional propostas e iniciativas que contemplam interesses da classe trabalhadora, como a redução da jornada, a restrição da terceirização e a ratificação da Convenção 158 da OIT, entre outras.

Democratização da mídia

O financiamento privado é responsável em grande medida pela composição conservadora do Congresso Nacional e talvez seja hoje a principal fonte de corrupção política, pois transforma a organização de uma contabilidade paralela e ilegal (o Caixa 2 das campanhas) numa necessidade para todos os partidos políticos que a ele recorrem. Por isto, o projeto de iniciativa popular proíbe o financiamento privado, amplia o financiamento público e admite contribuições individuais no valor máximo de R$ 700,00.

A direita neoliberal, que representa os interesses dos grandes capitalistas, compreensivelmente é radicalmente contra a reforma democrática advogada pela coalizão de forças progressistas e a proibição das doações empresariais, alegando que isto vai resultar no aumento dos gastos públicos. A conduta dos grandes meios de comunicação reflete a conspiração silenciosa da classe dominante contra a demanda popular por democratização do sistema político e eleitoral do país.

Não é a primeira nem será a última vez que isto ocorre. Foi assim na campanha das Diretas Já, boicotada até a última hora. Mais recentemente os mesmos interesses obscuros motivaram o silêncio midiático frente ao parecer de 19 ministros do TST sobre a generalização da terceirização. Manifestações organizadas pelos movimentos sociais são solenemente ignoradas ou abordadas de forma hostil com o objetivo de desmoralizar suas lideranças ou incompatibilizá-las com a população.

Tudo isto sugere a necessidade de outra reforma, a reforma da mídia. É indispensável democratizar os meios de comunicação, combater os monopólios e fortalecer a mídia pública em detrimento, financiar os veículos progressistas, ligados aos movimentos sociais e comprometida com a classe trabalhadora.

*****

Link permanente 2 Comentários

Empresa que ganhar concessão do Aquário terá de pagar apenas R$ 4 milhões ao governo

30/09/2014 at 10:46 (*Liberdade e Diversidade)

Aquário do Pantanal

Audiência Pública para concessão do direito de exploração do Aquário do Pantanal

29/09/2014

Yarima Mecchi e Evelin Araujo / Midiamax News

O titular da Semac (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, das Cidades, do Planejamento, da Ciência e Tecnologia) e engenheiro civil, Carlos Alberto Negreiros Said de Menezes, disse que a empresa que conseguir a concessão do Aquário do Pantanal terá de pagar apenas R$ 4 milhões para o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul. A empresa que ganhar tem concessão de 25 anos, podendo ser prorrogável, por uma obra que já custa R$ 105 milhões.

Na audiência pública realizada na tarde desta segunda-feira (29), Menezes informou que a empresa que for gerir todo o empreendimento terá um gasto de gestão mensal entre R$ 400 mil e R$ 500 mil e que o valor dos ingressos para visitar o local será de no mínimo 21 e no máximo R$ 30,80. Todo lucro fica com a empresa e o que exceder R$ 500 mil deve ser aplicado em um fundo do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) para ser aplicado em pesquisa da biodiversidade do Pantanal.

Indagado pelo Midiamax sobre o porquê de o próprio governo não faz a gestão do Aquário, Menezes informou que a ideia era que o Aquário não ficasse ao sabor dos rumores de cada governante e o projeto de pesquisa de biodiversidade poderia ser jogado por água abaixo. De acordo com o engenheiro, uma empresa tem mais compromisso.

O valor total da concessão é de R$ 145 milhões em 25 anos, ou seja, um custo mensal de R$ 480 mil, aproximadamente. O total é o calculado a ser gasto pela empresa, que vai custear o aquário com venda de ingressos, restaurante, lanchonete, venda de brindes, aluguel do auditório e de espaços, entre outros.

As empresas de MS ainda não demonstraram interesse em gerir o Aquário do Pantanal e empresas do Rio de Janeiro (RJ) e de São Paulo (SP) já teriam exposto a intenção de administrar o empreendimento. O edital deve ser lançado nesta terça-feira (30) e de acordo com Menezes em cerca de 30 e 40 dias o governo já deve ter o resultado da concessão.

E não faltaram elogios para quem está de olho no empreendimento. Coordenador do Aquário do Guarujá e biólogo, Paulo de Torso Meira, afirmou que o contrato é perfeito. “É uma bela iniciativa e um belo investimento. há garantias para todos os lados, muito vantajoso”.

Inauguração

O Aquário do Pantanal, que era para ficar pronto no final de 2011, ainda não tem data prevista para inauguração. De acordo com Menezes, em dezembro uma pré-operação de funcionamento deve ser feita com a empresa selecionada, mas com a obra inacabada.

O coordenador de despesas do empreendimento, Edson Giroto, disse que o Aquário deve ficar pronto ainda neste ano. O governador André Puccinelli informou que pretende fazer uma visitação gratuita ao local também este ano.

O titular da Semac (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, das Cidades, do Planejamento, da Ciência e Tecnologia) e engenheiro civil, Carlos Alberto Negreiros Said de Menezes, disse que a empresa que conseguir a concessão do Aquário do Pantanal terá de pagar apenas R$ 4 milhões para o Governo do Estado de Mato Grosso do Sul. A empresa que ganhar tem concessão de 25 anos, podendo ser prorrogável, por uma obra que já custa R$ 105 milhões.

***

*Comentário do blog: Esse tipo de concessão a gente já conhece: é a chamada concessão-moleza – o Estado faz toda obra com o dinheiro do contribuinte e depois a entrega de mão beijada à iniciativa privada que a explora por 25 anos,renovável por quantas gerações quiser. Não é supra?

*****

Link permanente Deixe um comentário

Imagem do dia: Onça parda dá show ao ser encontrada em bairro de Campo Grande,MS

30/09/2014 at 10:00 (*Liberdade e Diversidade) ()

Onça Pintada em bairro de Campo Grande,MSANIMAL PULOU MURO DE CASA E SÓ FOI APREENDIDO APÓS TRÊS HORAS DE TRABALHO

Depois de três horas de trabalho, a onça-parda vista pela primeira vez no banheiro de uma construção em condomínio no Jardim Paradiso – norte de Campo Grande,MS – foi capturada pela PMA (Polícia Militar Ambiental) em uma casa na rua Itamaracá,na Vila Nasser. A ação mobilizou oito policiais ambientais,quatro militares,quatro bombeiros,além de uma equipe de veterinários do CRAS (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres) e chamou a atenção de dezenas de moradores da vizinhança.Ver matéria completa de Leandro Abreu na edição de hoje (30/09) do jornal “O Estado MS”.

http://www.oestadoms.com.br

*****

Link permanente Deixe um comentário

CNT: Dilma se distancia no 1º turno e venceria Marina no 2°

29/09/2014 at 21:07 (*Liberdade e Diversidade)

dilma-e-marinaEm pesquisa estimulada de primeiro turno, a candidata do PT tem a preferência de 40,4% dos eleitores. Marina Silva tem 25,2%.

29 de setembro de 2014

Terra Brasil

A 123ª rodada da pesquisa CNT/MDA, divulgada nesta segunda-feira pela Confederação Nacional do Transporte, aponta novo crescimento de Dilma Rousseff (PT). Assim, no primeiro turno, ela fica mais distante de Marina Silva (PSB). Na pesquisa estimulada, a petista conta com 40,4% das intenções de voto, 4,4 pontos a mais que na rodada 122, divulgada na semana passada. Já Marina aparece com 25,2%, com redução de 2,2 pontos em relação ao levantamento anterior. Aécio Neves (PSDB) aproximou-se de Marina, com 19,8% e aumento de 2,2 pontos.

Luciana Genro (PSol) cresceu de 0,9% para 1,2%. Já Pastor Everaldo (PSC) reduziu de 0,8% para 0,6%. Os outros candidatos aparecem com 0,5%, enquanto votos brancos e nulos somam 5,9%. Outros 6,4% não sabem ou não responderam.

Espontânea

A pesquisa espontânea também indica que, se a eleição fosse hoje, Dilma Rousseff e Marina Silva disputariam o segundo turno. A candidata do PT cresceu de 31,4% das intenções de voto para 36,7%, com variação de 5,3 pontos. Marina Silva permanece estável: nesta rodada, a candidata do PSB aparece com 22,5% das intenções, 0,5 ponto a menos que na pesquisa anterior.

Aécio Neves cresceu 3,1 pontos, alcançando a preferência de 17,5% dos eleitores. Luciana Genro foi citada por 0,9% dos entrevistados e Pastor Everaldo por 0,5%. Outros candidatos somam 0,7% e brancos e nulos totalizam 6,4%. Os eleitores que não sabem ou não responderam são 14,8%.

Para 80,8% dos entrevistados, o voto já está definido. Outros 18,5% admitem a possibilidade de mudar a preferência até o dia 5 de outubro. Os eleitores de Dilma Rousseff são os que têm mais certeza sobre o voto: 85,9% dizem que a opção é definitiva. No caso de Marina e de Aécio, o percentual de definição é de 77,8%, em cada.

Segundo turno

Na simulação de segundo turno entre Dilma Rousseff e Marina Silva, essa é a primeira vez que a petista aparece à frente da adversária. Com vantagem de 9 pontos, Dilma tem 47,7% das intenções de voto, enquanto Marina aparece com 38,7%. Na pesquisa divulgada semana passada, as duas estavam tecnicamente empatadas. A candidata do PT tinha 42% das intenções enquanto a do PSB estava com 41%.

No cenário simulado entre Dilma Rousseff e Aécio Neves, ela tem a preferência de 49,1% dos eleitores. O tucano aparece com 36,8%. No terceiro cenário, que simula a disputa de segundo turno entre Marina e Aécio, ela tem 41,1% das intenções de voto, contra 36% do candidato do PSDB.

Favoritismo dos candidatos

Também cresceu o percentual de eleitores que acreditam que a atual presidente será reeleita: de 51,2% para 61%. Já o total de entrevistados que aposta na vitória de Marina caiu de 29,2% para 21,6% e o percentual daqueles que acreditam que Aécio será eleito presidente passou de 7,7% para 8,3%.

Dilma e Marina devem receber mais votos de indecisos

Dilma Rousseff e Marina Silva lideram a lista dos candidatos com mais probabilidade de receberem votos de quem ainda não definiu a escolha. Dos entrevistados que se declaram indecisos, 43,8% dizem que poderão votar na petista; 40,6% citam Marina Silva; 28,9% poderão votar em Aécio; 2,3% em Eymael (PSDC); 1,6% no Pastor Everaldo; 0,8% em Eduardo Jorge (PV) e 0,8% em Luciana Genro. A resposta era de múltipla escolha.

Avaliação do governo

Na última semana, a avaliação positiva do governo cresceu. Segundo a 123ª pesquisa CNT/MDA, 41% dos entrevistados o consideram ótimo ou bom. Na rodada 122, o índice estava em 37,4%. A avaliação negativa passou de 25,1%, do levantamento anterior, para 23,5% no divulgado nesta segunda-feira.

Também com alta (de 4,2 pontos), a aprovação do desempenho pessoal de Dilma Rousseff chegou a 55,6%. O total de eleitores que a desaprovam caiu de 43,8% para 40,1%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 27 e 28 de setembro de 2014 e foram ouvidos 2002 eleitores. A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais e o registro foi feito no TSE sob o código BR-00892/2014.

SAIBA MAIS

Dilma pede que Brasil vote com “paz, amor e consciência”

Conheça filhos de políticos famosos que disputam a eleição

Confira os nomes, números e partidos dos seus candidatos

Leia frases do debate entre presidenciáveis na Record

*****

Link permanente Deixe um comentário

Next page »