Dois episódios e mais uma guinada à direita (Leitura do almoço)

20/05/2015 at 12:33 (*Liberdade e Diversidade, Hermano de Melo)

hermano-de-melo-esta3Hermano Melo*

20/05/2015

Dois episódios veiculados recentemente pela mídia nacional são indicativos de que o Brasil experimenta atualmente forte onda de intolerância e expressiva guinada para a direita em seu plano político. Primeiro, foi a agressão verbal sofrida pelo ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha (PT-SP), em restaurante de São Paulo, Capital, na tarde da última sexta-feira, 15/05. Segundo, foi a saída da prisão, quase no mesmo dia, no Rio de Janeiro, do denunciador do mensalão Roberto Jefferson (PTB-RJ), que tem intenção de retornar à política partidária em 2018.

No primeiro episódio, o ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha (PT/SP) almoçava com amigos de muitos anos em restaurante no Itaim Bibi, na zona oeste da capital paulista, quando foi hostilizado por outro cliente da Casa. Depois de anunciar que o ex-ministro se encontrava ali, o homem disse: “Padilha, que nos brindou com o programa “Mais Médicos” da presidente Dilma Rousseff, foi o responsável pelo gasto de R$ 1 bilhão que nós todos, otários aqui, pagamos até hoje”.

A cena foi divulgada no Facebook da página “Vem Pra Rua Brasil”, de autoria de Danilo Amaral, ex-presidente da BRA Transportes Aéreos e sócio na Trindade Investimentos. Segundo consta, Amaral é grande detrator do PT e defensor de grupos que pedem o impeachment de Dilma Rousseff. São frequentes, portanto, seus compartilhamentos de posts com grupos como o Movimento Brasil Livre (MBL), responsável pela organização dos protestos contra a presidente realizados em março e abril deste ano.

Em resposta, o ex-ministro Padilha – que se candidatou ao governo de São Paulo nas últimas eleições – e perdeu para Alckmin, após contestar a atitude de Amaral, publicou texto detalhado sobre o episódio, e ressaltou os benefícios do programa federal “Mais Médicos”.

No segundo episódio, o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), autorizou o ex-deputado federal Roberto Jefferson (PTB-RJ), condenado a sete anos de prisão na Ação Penal 470, o processo do mensalão, a cumprir prisão domiciliar no Rio de Janeiro.

roberto jefferson deixa prisão

Roberto Jefferson

Jefferson foi preso em fevereiro de 2014 e cumpria pena estabelecida pelo Supremo no Instituto Penal Francisco Spargoli, em Niterói (RJ). O ex-deputado conseguiu atingir um sexto da pena com desconto dos dias trabalhados em escritório de advocacia. Ele foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Jefferson ganhou o benefício, previsto na Lei de Execução Penal (LEP), por ter cumprido um sexto da pena em regime inicial semiaberto.  Apesar de condenado, Roberto Jefferson tentará suspender os efeitos da Lei da Ficha Limpa para voltar ao Congresso em 2018.

Mas qual seria o vínculo e a importância de um e do outro fato no contexto atual da política brasileira? No primeiro caso – a agressão sofrida pelo ex-ministro Padilha – revela o sentimento de intolerância do agressor que viu Alexandre Padilha como representante do Partido dos Trabalhadores (PT), responsável por todas as mazelas do País nos últimos tempos. Daí a necessidade de punir o ex-ministro por isso.

Quanto à saída da prisão de “Bob Jefferson”, pivô de toda trama que resultou no julgamento do mensalão e na condenação de José Genoíno e José Dirceu, em particular, ambos do PT, tudo indica que logo que ele se sinta mais à vontade em casa, voltará à carga e será de grande utilidade para determinados segmentos da direita nacional em 2018.

Resumo da ópera: Tanto num como noutro episódio é bem provável que mais uma vez a direita sai fortalecida e pronta para desfechar o golpe do impeachment em Dilma Rousseff no próximo dia 27/05 em Brasília. É preciso lutar contra isto.

*Jornalista e Escritor

*****

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: