Movimentos sociais fazem escracho em sede da Rede Globo

28/04/2015 at 12:54 (*Liberdade e Diversidade)

globoO ato unitário reuniu diversos movimentos sociais, entre eles: UNE, UJS, CUT, MST, MTST, Barão de Itararé (Foto:UJS)

Centenas de militantes de movimentos sociais marcharam em direção à sede da Rede Globo, na capital paulista, neste domingo (26), para repudiar os 50 anos da emissora. Em outras capitais também aconteceram manifestações.

27 de abril de 2015

Do Portal Vermelho, com agências

Por volta das 15 horas os manifestantes começaram a se reunir na praça General Gentil Falcão, zona sul da capital paulista, nas proximidades da sede da emissora. “Meus filhos assistem TV e eles assistem a Globo, mas precisam saber, desde cedo, que a Globo manipula e que poderíamos ser um país melhor sem ela”, declarou Edson Vargas, que chegou de bicicleta de Ribeirão Pires, na região do ABCD paulista, com os dois filhos, de 12 e 10 anos, somente para participar da manifestação.

Durante toda a última semana, sob o comando do editor do Jornal Nacional, William Bonner, a Globo fez uma retrospectiva do jornalismo da emissora nos últimos 50 anos. “Foi uma piada”, atacou Altamiro Borges, jornalista e coordenador do Centro de Estudos da Mídia Barão de Itararé, que comparou a emissora carioca a um “assassino”.

“Eles te matam e depois pedem desculpas à família. Do que adianta? O caos já está feito. Se a Globo não manipula o debate de 1989, onde o Brasil estaria hoje? Sem o apoio da Globo ao golpe militar de 1964, onde o Brasil estaria hoje?”, disse, referindo-se ao debate presidencial entre os então candidatos Lula e Fernando Collor. A própria emissora, por meio de alguns de seus executivos à época, já admitiu ter editado trechos do debate para favorecer a candidatura de Collor.

Comum entre os manifestantes era a lembrança de que a emissora, durante seus 50 anos, foi responsável pela criminalização e inviabilização de diversos movimentos sociais.

“Na Globo, nós, os movimentos sociais, sempre somos tratados como ‘vândalos’, nossos atos estão sempre vazios e os discursos são manipulados pelos repórteres deles”, lembrou Jussara Basso, da coordenação nacional do MTST. “Como concessão pública, eles deveriam transmitir ao povo o que está acontecendo, eles devem satisfação ao povo, mas mentem e não são cobrados por isso.”

Tinta vermelha

Já na entrada principal da Rede Globo, os manifestantes picharam no muro algumas mensagens: “Assassina”, “Globo Mente” e “Globo Golpista”. Durante o protesto, algumas palavras de ordem foram gritadas e quatro balões com tintas vermelhas foram arremessados contra o muro.

Ainda na frente da emissora, os manifestantes sentaram no chão e acompanharam o vídeo do direito de resposta que o ex-governador do Rio de Janeiro, Leonel Brizola, conseguiu na Justiça e que foi lido ao vivo, na Globo, por Cid Moreira – um momento histórico da TV brasileira e marco da resistência ao autoritarismo da “vênus platinada”.

Atos em outras capitais

Em Brasília mais de 500 pessoas também participaram do ato de escracho à Rede Globo que aconteceu em frente à sede da emissora. Os manifestantes, assim como na capital paulista, jogaram tinta vermelha no prédio, em referência ao “sangue de brasileiros derramado durante a ditadura militar”, apoiada pelo grupo de Roberto Marinho.

No Rio Grande do Sul o escracho aconteceu não só na capital Porto Alegre, mas também em diversas cidades do interior, entre elas Bagé, Caxias do Sul, Erechim, Pelotas, Passo Fundo, Santa Maria, Santa Cruz e Santa Rosa. A filial gaúcha da Rede Globo foi denunciada na Operação Selotes, da Polícia Federal, que investiga manobras de sonegação de impostos.

Em Belo Horizonte os manifestantes também fizeram uma passeata até a sede da emissora com bandeiras e palavras de ordem.

Entre as entidades que organizaram os atos pelo Brasil estão UNE, MST, MTST, UJS, CUT e Barão de Itararé.

*****

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: