Militares ignoram pedidos de “intervenção”, diz ministro

14/04/2015 at 17:05 (*Liberdade e Diversidade)

brasilministrodefesafotocortadaMinistro da Defesa, Jaques Wagner, no Rio de Janeiro

Foto: Pilar Olivares / Reuters

De acordo com Jaques Wagner, é triste ver que uma parte dos brasileiros deseja uma intervenção militar, ainda que seja uma “parcela minoritária de entre 9 % e 11%” dos que participaram dos protestos do dia 15 de março

14 ABR 2015

EFE / TERRA

Os militares ignoraram os pedidos de uma “intervenção” contra o governo, que são ouvidos nos recentes protestos contra a presidente Dilma Rousseff, afirmou nesta terça-feira o ministro da Defesa, Jaques Wagner.

Essa chamada tem uma adesão “com tendência zero” nos quartéis, disse Wagner em declarações aos jornalistas e perante a presença de vários generais, após participar da abertura da feira de defesa LAAD Defence & Security.

http://terratv.terra.com.br/trs/video/7813022

SP: manifestante fica indignada com apologia aos militares

O ministro disse que sente “tristeza” por ver que uma parte dos brasileiros deseja uma intervenção militar, embora sustentasse que é uma “parcela minoritária de entre 9 % e 11%” dos que participaram dos protestos.

A chamada a uma intervenção militar, segundo Wagner, é uma “afronta contra a democracia” e não só afeta o governo, mas todas as instituições do Estado.

Os maiores protestos contra Dilma e contra a corrupção ocorreram em 15 de março, quando duas milhões de pessoas se reuniram em dezenas de cidades.

http://terratv.terra.com.br/trs/video/7812974

Manifestantes contam por que são a favor da intervenção militar

No domingo passado, os protestos se repetiram, mas congregaram apenas 700 mil pessoas em diversas cidades, segundo cálculos da polícia, embora neste caso os manifestantes puseram mais ênfase em pedir a renúncia ou a destituição de Dilma.

Wagner disse que a “bandeira da destituição não consegue motivar” a maioria dos brasileiros e avaliou que o governo recebeu “com humildade e tranquilidade” as manifestações.

A LAAD é a maior feira de defesa da América Latina, congrega delegações oficiais e expositores de 71 países e se estenderá até a próxima sexta-feira no Rio de Janeiro.

SAIBA MAIS:

Pequenos grupos aproveitam protestos para pedir intervenção militar

Grupos se enfrentam por intervenção militar em Brasília

Marcha da Família pede volta dos militares pelo Brasil

Especialistas: intervenção militar constitucional não existe

*****

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: