Rio de Janeiro: Protesto contra violência lembra morte de menino no Alemão

05/04/2015 at 17:59 (*Liberdade e Diversidade)

Manifestantes do Rio de Paz, fazem protesto na praia de Copacabana, zona sul do Rio, pela morte do menino Eduardo de Jesus, morador do complexo do Alemão.Poucos manifestantes foram à Praia de Copacabana; jovens usaram preto, enterraram um caixão de criança e fincaram uma cruz na areia

Manifestantes vestiram preto, na manhã deste domingo, 5, para protestar contra a violência que atinge crianças no Rio de Janeiro e em solidariedade à família de Eduardo de Jesus Ferreira, de 10 anos, morto na quinta-feira, 2, no Complexo do Alemão (zona norte). EFE

05 Abril 2015

LUCIANA NUNES LEAL / Estadão

Manifestantes vestiram preto, na manhã deste domingo, 5, para protestar contra a violência que atinge crianças no Rio de Janeiro e em solidariedade à família de Eduardo de Jesus Ferreira, de 10 anos, morto na quinta-feira, 2, no Complexo do Alemão (zona norte).

O menino foi atingido por um tiro, segundo a coordenação das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs), durante confronto entre policiais e traficantes. Os pais de Eduardo contestam a versão e dizem que um policial atirou no menino, que estava na porta de casa, na localidade de Areal.

Durante o protesto, na Praia de Copacabana, jovens enterraram um caixão branco de criança e fincaram uma cruz na areia, na altura da Avenida Princesa Isabel. A manifestação, organizada pela ONG Rio de Paz, não teve grande adesão e reuniu cerca de 40 pessoas. Os manifestantes lançaram a campanha “Quem matou Eduardo?”

Manifestantes do Rio de Paz, fazem protesto na praia de Copacabana, zona sul do Rio, pela morte do menino Eduardo de Jesus, morador do complexo do Alemão.Manifestantes lançaram campanha “Quem matou Eduardo?” Foto: Marcos Arcoverde / Estadão

Depois da morte de Eduardo, moradores do Alemão fizeram três manifestações contra a violência no complexo de favelas. O último protesto aconteceu no sábado, 4. Houve um princípio de tumulto, logo controlado. A manifestação de sexta-feira, 3, teve confronto entre manifestantes e policiais, que usaram bombas de gás e spray de pimenta. Entre quarta-feira, 1, e quinta-feira, 2, quatro pessoas morreram baleadas no Alemão.

*****

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: