PIB: Economia brasileira cresceu 0,1% em 2014

28/03/2015 at 11:05 (*Liberdade e Diversidade) ()

economia brasileira minguaSoma de bens e serviços produzidos no país fechou o ano em R$ 5,52 trilhões

Previsão da CNC é que PIB caia 1% em 2015

Agência Brasil / O Estado MS

A economia brasileira cresceu 0,1% em 2014, na comparação com o ano anterior. O PIB (Produto Interno Bruto), que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, fechou o ano em R$ 5,52 trilhões, segundo dados divulgados ontem (27) pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

No quarto trimestre, o PIB teve crescimento de 0,3% na comparação com o terceiro trimestre de 2014. Na comparação com o último trimestre de 2013, o PIB teve queda de 0,2%. O crescimento de 0,1% em 2014 foi puxado pelos setores de serviços, que teve alta de 0,7% no ano, e de agropecuária, que avançou 0,4%. Com queda de 1,2%, a indústria impediu um crescimento maior do PIB no ano.

Consumo das famílias aumentou 0,9% em 2014

Sob a ótica da demanda, houve um avanço de 0,9% no consumo das famílias e um crescimento de 1,3% no consumo do governo. A formação bruta de capital fixo, que representa os investimentos, caiu 4,4% no ano. As exportações caíram 1,1%, enquanto as importações tiveram queda de 1% no período.

As contas nacionais brasileiras de 2014 foram calculadas com base em nova metodologia internacional, que está sendo adotada por todos os países. Com a nova metodologia, o IBGE também revisou os crescimentos do PIB em 2012 e 2013. Em 2012, a taxa de crescimento passou de 1% para 1,8%. Em 2013, a taxa passou de 2,5% para 2,7%.

Previsão da CNC é que PIB caia 1% em 2015

A CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo) projeta para 2015 uma queda no PIB (Produto Interno Bruto) de 1%. De acordo com a entidade, a queda deve acontecer devido aos baixos níveis de confiança, associados à deterioração das condições de consumo e investimentos. O comércio no PIB teve queda de 1,8% em 2014. Essa é a primeira queda desde 2009 (-2,4%), quando o Brasil ainda se ressentia dos efeitos da última grande crise financeira internacional.

As vendas do comércio varejista tiveram alta de 2,2%, o pior resultado desde 2003. “Comparado ao trimestre anterior, o PIB da atividade comercial caiu pelo terceiro trimestre consecutivo, com variação de -2,9%, o pior desempenho de todos os setores discriminados pelas contas nacionais”, disse o economista da CNC, Fabio Bentes.

*****

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: