Conselho de Saúde impede que Centro Pediátrico de Campo Grande,MS, vire, de fato, um hospital

11/03/2015 at 10:19 (*Liberdade e Diversidade)

hospital infantilhospital infantil 2Sem aprovação do Conselho de Saúde, prefeitura tem de bancar sozinha o local, que tem 100 leitos ociosos

hospital infantil 3O impasse entre o Conselho Municipal de Saúde e a Prefeitura de Campo Grande, MS, envolvendo o Centro Municipal Pediátrico (Cempe) atrapalha o funcionamento por completo do local, que tem dois andares completamente vazios e 100 leitos ociosos, cinco meses depois de inaugurado. O Cempe ainda consome R$ 2,2 milhões por mês de uma prefeitura já em crise de caixa. Enquanto o conselho não aprovar a “criação” do hospital, não há como o município receber repasses federais, tampouco colocar toda a estrutura para funcionar. Ver reportagem completa de Lucia Morel na edição de hoje (11) do jornal Correio do Estado. As fotos são de Valdenir Rezende. Clique sobre as imagens para ampliar.

http://www.correiodoestado.com.br

***

*Comentário do blog: Mas que a entrada e saída de crianças do Hospital é intensa durante todo dia lá isso é! Será que é pra valer mesmo?

*****

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: