História apagada em Campo Grande,MS

27/02/2015 at 15:13 (*Liberdade e Diversidade)

obrasPainéis que são parte da paisagem da Capital podem cair no esquecimento

onça“Estou triste. Cada obra é como um filho”, declara o artista plástico Pedro Guilherme, que há algumas semanas se deparou com a “morte” de um desses “filhos”. Sua obra “Movimento”, da série intitulada “Meu Ribeirão”, pintada na lateral do prédio do antigo cartório Santos Pereira, que fica na avenida Afonso Pena, foi apagada. Pintado há 19 anos, o painel já fazia parte da paisagem da região. “Na época, eu fiz um projeto de pintar prédios, juntos com outros artistas da cidade. Foi quando sofri um acidente, caí e cheguei a ficar em coma”, recorda-se Pedro. Ver reportagem completa de Ana Karolyna Resquim na edição de hoje (27) do jornal “O Estado MS”.

http://www.oestadoms.com.br

***

*Comentário do blog: É assim mesmo que a história vai sumindo de uma cidade/comunidade. As obras de arte não são valorizadas como deveriam! Infelizmente.

*****

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: