MST bloqueia duas rodovias no MS contra reintegração de posse

30/01/2015 at 09:54 (*Liberdade e Diversidade) ()

bloqueio mstBloqueio começou no início da manhã (Foto: Arquivo/Nova News)

30 de janeiro de 2015

Alisson Dagher / O Estado MS

Em protesto após a retirada de 140 famílias de um terreno onde funcionava uma usina em Sidrolândia, o MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) bloqueou, desde o início da manhã de hoje (30), dois trechos de rodovias federais que cortam Mato Grosso do Sul. A BR-267 está interditada no trecho próximo ao distrito de Nova Casa Verde, e a BR-262 tem tráfego impedido na região de Terenos.

Segundo a assessoria do Movimento, a interdição das rodovias teve início por volta das 5h. A passagem está impedida nas duas vias das estradas, e veículos só podem passar em casos considerados excepcionais. Não há previsão de liberação do tráfego.

As interdições são uma resposta à reintegração de posse realizada ontem pelo Batalhão de Choque da PM. Para os protestantes, a retirada das 140 famílias do terreno onde funcionava a Usina Santa Olinda foi realizada de forma truculenta, pois os policiais teriam queimado barracos, além de não terem cumprido o manual de diretrizes nacionais para execução de mandados judiciais de manutenção e reintegração de posse coletiva, elaborado pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário.

Conforme a PRF (Polícia Rodoviária Federal), na BR-262 o congestionamento já chega a três quilômetros.

Leia também: Polícia cumpre reintegração de posse e retira sem-terra de Usina

*****

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: