Ministro vem depois do Carnaval para resolver impasse da Terra Indígena Buriti no MS

30/01/2015 at 09:08 (*Liberdade e Diversidade)

reuniao-reinaldo-azambuja-e-ministro-jose-eduardo-cardozo-cidades-00Para autoridades, acordo está próximo, e fazendeiros serão indenizados em R$ 80 mi (Foto: Luis Carlos Campos Sales)

30 de Janeiro de 2015

Clodoaldo Silva (de Brasília) / Correio do Estado

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, virá ao Estado após o Carnaval para assinar com o Governo do Estado o Pacto pela Segurança na Fronteira, e finalizar o acordo de indenização dos produtores rurais da área Buriti, em Sidrolândia. O anúncio foi feito ontem, em Brasília, ao governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e integrantes da bancada federal.

Entre as propostas definidas está a exclusão do pagamento de produtores que não concordam com a indenização de R$ 80 milhões, paga em precatório. “Praticamente todos os produtores já concordaram, lógico que tem alguns que não concordam. Isso é normal. Esperamos nos próximos dias ter a anuência de todos. O próprio ministro disse que se alguns não concordarem eles podem, às vezes, tirar alguma área fora, pode ser desmembrada, se for uma área pequena. Algum que estiver no meio da área, o Ministério faria a desapropriação. Por isso acho que tem a possibilidade de chamar para a mesa de negociação”, afirmou Azambuja, que ainda explicou que “a questão do pagamento não é mais empecilho”, pois o Governo pagaria com precatório, que tem recebimento quase à vista, com as filas praticamente zeradas.”

Um dos produtores rurais da área Buriti, Ricardo Bacha, disse que estes precatórios somente poderão ser resgatados no próximo ano e que há divergências nos valores calculados pelo Instituto de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), que é de R$ 80 milhões, enquanto perícia feita pelos proprietários avaliou as fazendas em R$ 152 milhões. Eles pediram à União uma indenização entre R$130 milhões e R$150 milhões. “Estamos concordando com a imposição”.

Saiba Mais

Governo receberá contraproposta sobre compra da Buriti até abril

***

*Comentário do blog: O que se espera é que no próximo encontro do governador Reinaldo Azambuja com o ministro da Justiça, ele não trate apenas de uma questão pontual – Terra Indígena Buriti – mas sim da demarcação das terras indígenas no Estado do MS como um todo, e que ainda está por resolver.

*****

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: