Yemen: balança um aliado de Washington (Leitura da noite)

21/01/2015 at 21:00 (*Liberdade e Diversidade)

yemenRebeldes cercam, em sua casa, presidente que autoriza os assassinatos seletivos praticados com drones, pelos EUA. Ocupado o palácio do governo

by Antonio Martins / Blog da Redação / Outras Palavras

Uma peça importante no tabuleiro geopolítico do Oriente Médio pode estar se movendo neste instante. Na manhã de ontem, combatentes do grupo político-religioso houthi, de tendência muçulmana xiita, tomaram o palácio presidencial do Yemen em Sana’a, a capital. Como o presidente, Abdu Rabbu Mansour Hadi, encontrava-se em sua residência particular, esta foi cercada pelos rebeldes — e assim permanece. Um automóvel da diplomacia norte-americana foi incendiado. O líder dos houthis anunciou, num discurso pela TV, que não pretende destituir o governo, mas que adotará “todas as medidas necessárias” para que as reivindicações políticas de seu grupo sejam atendidas.

Os novos atos indicam a retomada de uma ofensiva houthi, iniciada em setembro e motivada por duas questões. A primeira é econômico-social. As condições de vida já precárias (o Yemen é o 157º colocado, numa lista de países segundo seu Índice de Desenvolmento Humano — IDH) agravaram-se em agosto, quando o governo de Abdu Hadi eliminou subsídios e provocou alta de 100% no preço dos combustíveis. Os houthis, que existem como movimento há 25 anos e adquiriram força militar em período recente, ocuparam pontos estratégicos da capital — inclusive estações de rádio e TV.

Read more of this post

*****

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: