Papa diz que liberdade de expressão não dá direito de “insultar” o próximo

18/01/2015 at 09:48 (*Liberdade e Diversidade)

PapaFrancisco_DivulgacaoSobre o ataque terrorista ao jornal Charlie Hebdo, o pontífice também disse que matar em nome de Deus é “absurdo”

15/01/2015

Brasil de Fato

O papa Francisco se pronunciou mais uma vez nesta quinta-feira (15) contra os ataques terroristas ao jornal Charlie Hedbo. Desta vez, sem citar diretamente a publicação, disse que a liberdade de expressão tem seus limites. O pontífice argumentou que tanto a liberdade de expressão quanto a liberdade religiosa são direitos humanos fundamentais, mas que todos temos que ter a mesma liberdade “sem ofender ninguém”.

O pronunciamento do pontífice foi realizado durante uma viagem que o levou do Sri Lanka para as Filipinas. Ele também criticou os terroristas, dizendo que é uma “aberração“ matar em nome de Deus.

Na última quinta-feira (8), logo depois dos ataques, Francisco já havia se pronunciado chamando o atentado de ato de “crueldade humana” e expressou sua “firme condenação pelo horrível atentado”.

Na ocasião ele também pediu para que todos se oponham “à difusão de ódio e de qualquer forma de violência física e moral que destrua a vida humana, viole a dignidade das pessoas, solape radicalmente o bem fundamental da convivência pacífica entre as pessoas e os povos, além das diferenças de nacionalidade, religião e cultura”.

*****

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: