Dilma rebate Aécio: não existe “vacina contra a realidade”

14/10/2014 at 21:40 (*Liberdade e Diversidade)

dilmacoletivaleonardobenassattofuturapress

Dilma Rousseff irá concentrar o ataque na gestão de Aécio Neves em Minas Gerais (Foto: Leonardo Benassatto / Futura Press)

14 de outubro de 2014

Débora Melo

Terra / Direto de São Paulo

A presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) rebateu nesta terça-feira as críticas de seu adversário, Aécio Neves (PSDB), que afirmou que adotará um “mentirômetro” em seu site oficial para responder informações sobre ele divulgadas pela campanha petista.

 “Não adianta ele fazer uma vacina contra a realidade. A realidade não tem vacina”, disse Dilma em entrevista coletiva. “Ele vai ter que explicar, por exemplo, como ele, com o choque de gestão e tudo, produziu a segunda maior dívida entre todos os Estados brasileiros”, continuou a presidente, referindo-se a Minas Gerais, Estado governado por Aécio de 2003 a 2010.

Dilma deu indícios de que partirá para o ataque contra a gestão de Aécio em Minas, como já vem sendo feito na propaganda eleitoral do PT no rádio e na TV. “Agora (segundo turno) é interessante porque nós vamos ter uma discussão a sério. E agora nós vamos cotejar não só o meu governo, mas o que ele fez em Minas, e tentar entender porque ele não foi eleito em Minas”, afirmou a presidente. O primeiro debate entre os dois candidatos será realizado na noite desta terça-feira pela TV Bandeirantes.

Questionada sobre qual avaliação que faz das pesquisas que mostram empate técnico com o tucano, a presidente disse, mais uma vez, que não comenta pesquisa “de jeito nenhum”, e fez uma piada sobre o “DataWagner”, um trocadilho com o nome do governador da Bahia, Jaques Wagner: “Eu fiquei extremamente impactada pelo ‘DataWagner’”, disse Dilma, ao afirmar que o petista sempre acerta. Ao final da entrevista, a presidente voltou ao salão com o próprio Wagner para dizer o resultado previsto para o dia 26 de outubro: “51 a 49 para Dilma”, disse o governador. “Apertado? Sim, assim é mais gostoso”, brincou.

SAIBA MAIS

Vox Populi: Dilma e Aécio aparecem em empate técnico

Comercial de Dilma irrita parte da bancada do PMDB na Câmara

Após boatos, Chico Buarque confirma voto em Dilma Rousseff

*****

Anúncios

Link permanente Deixe um comentário

Horário de verão começa à meia-noite do próximo sábado (18)

14/10/2014 at 21:09 (*Liberdade e Diversidade)

horário de verãoBrasileiros de 11 estados devem adiantar seus relógios em uma hora. Mudança vigora até 22 de fevereiro.© Foto: Marcelo Casal Jr./Agência Brasil 

14/10/2014

Agência O Globo

RIO — Começa à meia-noite deste sábado, 19, o horário de verão em dez estados do país, além do distrito federal. Nessa hora, moradores do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Distrito Federal devem adiantar em uma hora seus relógios. A medida vale até o dia 22 de fevereiro.

Durante o horário de verão do ano passado, o Ministério de Minas e Energia (MME) fez uma previsão de economia de R$ 400 milhões, e foram economizados R$ 405 milhões.

O horário de verão é adotado no Brasil desde 1931, com intervalos de aplicação. É o 39º ano em que ele é utilizado. Em 2012, o montante economizado pelo país com o racionamento ficou entre R$ 130 milhões e R$ 150 milhões. A redução da demanda por energia no horário de pico (entre 19h e 21h) foi de até 4,5%, e o consumo de energia caiu 0,5% durante o horário de verão.

O horário de verão começa no terceiro domingo do mês de outubro — neste ano, uma semana antes do segundo turno das eleições —, e é mantido até o terceiro domingo de fevereiro do ano seguinte. Caso a data de término coincida com o domingo de carnaval, o prazo é prorrogado em uma semana.

Saiba mais:

Com PSDB, povo não comia carne, diz PT

Campanha de Dilma responde no horário eleitoral do rádio aos ataques de Aécio sobre recomendação de comer mais ovo

Rainha Elizabeth II, aos 88 anos, pode estar…

Elizabeth II já teria demonstrado vários sinais da doença, segundo a revista ‘Globe’

 Purepeople

Com mais de 40°C, Rio tem calor recorde do ano

*****

Link permanente Deixe um comentário

Giba Um: Penélope Cruz

14/10/2014 at 16:25 (*Liberdade e Diversidade)

Penelope cruz***

*Comentário do blog: Super-gata aos 40 anos!

*****

Link permanente Deixe um comentário

A espera (Crônica da tarde)

14/10/2014 at 16:11 (*Liberdade e Diversidade)

Tereza Hilcar

Tereza Hilcar*

14/10/2014

Ao fazer as contas percebeu que não sabia contar o tempo: havia se passado 10 ou 20 anos? O tempo é mesmo complicado, concluiu. Tão comprido e tão curto. Se não tivesse atendido ao telefone, tudo seria diferente. Seria só passado. Mas o presente chegou como uma lufada de vento forte, numa tarde de primavera. Ao ouvir do outro lado da linha alguém dizer seu nome, de forma tão doce, como há muito não ouvia, capitulou.

celular

Não sabia que ainda podia sentir alguma coisa. Não, minto. Ela tinha certeza que nunca mais iria sentir aquele frio na barriga, a garganta seca, o coração batendo mais depressa do que de costume. Há anos havia decretado a falência definitiva de todas as coisas piegas, de todas as emoções e sensações incontroláveis. Há muito tempo vinha recusando qualquer possibilidade. Mas aquele maldito telefone tocou e ela o atendeu. Depois disto, depois de uma conversa atropelada, em que cada um queria contar mais coisas do que o outro, ela não dormiu mais. Só esperou.

Esperou no dia seguinte e outros que vieram. Levou flores para a casa, comprou um vinho perfeito, enfeitou a sala, trocou os lençóis, limpou a cozinha, perfumou o quarto. Deixou se levar pela fantasia e viu-se novamente como há 20 anos. O telefone tocou novamente e sem motivo. Só uma mudança. Ela pressentiu alguma coisa, mas mesmo assim esperou sentada, cuidando para não amarrotar a roupa nem despentear os cabelos. Dormiu no sofá.

No segundo dia continuou esperando. Quem sabe no meio da manhã ou à tarde? Não desgrudou do telefone. Nem na hora do banho. Passou as horas tentando ler um livro, mas as frases se embaralhavam na ansiedade. O celular continuava cego e mudo. Nem uma desculpa, nada. Começou a inventar mil maneiras de checar a ausência, de saber os motivos, de perguntar simplesmente: por quê? Rabiscou algumas palavras num caderno, fez dezenas de rascunhos até achar o tom certo. Bendita sejam as mensagens de texto. Escreveu delicada e firmemente cada palavra. Nada de cobranças. Só queria dizer que entendia a ausência e aguardava – sem convicção – uma próxima vez. Mandou a mensagem e deitou-se, pronta para dormir.

Antes de apagar a luz da cabeceira, veio a resposta. Lambeu cada palavra. Podia ouvir sua voz, sua respiração por detrás das palavras. Era como um sussurro. Duas ou três linhas, uma desculpa, e outra promessa. Ela custou a dormir. No terceiro dia esperou de novo. A manhã inteira olhando a tela do celular. Quem sabe na hora do almoço? – pensou, com uma ponta de esperança. Podia escrever de novo. Ser solidária com a desculpa, talvez. Mas o dia passou e ela resolveu apenas esperar. Queria ter o direito de sonhar novamente. Queria sentir de novo aquilo que julgou perdido. Queria pensar – só pensar, que mal faz? – que havia, sim, tido um momento.

Um momento em que julgou possível reviver o passado, estar no presente e até pensar no futuro. Quando a noite chegou, percebeu uma tristeza funda e antiga. Neste momento soube que ainda era capaz de sofrer por amor. E isto podia até ser bom. Quem sabe?

*Jornalista e Escritora – Membro da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras.

**Crônica publicada no jornal Correio do Estado em 14/10/2014

*****

Link permanente Deixe um comentário

Lobão e artistas se dizem perseguidos por “ditadura” do PT

14/10/2014 at 15:18 (*Liberdade e Diversidade)

lobaoartistasaecio2Encabeçado pelo músico Lobão, evento de apoio ao candidato tucano Aécio Neves resgatou discurso do medo eternizado pela atriz Regina Duarte durante a campanha eleitoral de 2002

14/10/2014

Débora Melo

Terra – Direto de São Paulo

“Atmosfera stalinista”, “golpe comunista”, “espectro bolivariano”. Em 30 minutos de entrevista, o músico Lobão usou essas e outras expressões para se referir ao atual cenário político do Brasil. Crítico da presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT), Lobão disse que “nunca votou no PSDB”, mas, agora, resolveu manifestar seu apoio à candidatura do presidenciável tucano Aécio Neves.

“Neste momento nós estamos vivendo uma ditadura, sem nenhum tipo de hipérbole. Estamos sendo muito cerceados na nossa liberdade”, disse Lobão a uma plateia esvaziada do Teatro Frei Caneca, em São Paulo. Assim como em 2010, o músico – que já havia lembrado do episódio que deu início à ditadura militar no País como “Revolução de 64” e minimizado a repressão do período ditatorial ao afirmar que os torturadores apenas “arrancavam umas unhazinhas” – disse que não votou em ninguém no primeiro turno destas eleições. “Não saí de casa.”

“O povo brasileiro está descrente. Todos os dias eu vejo gente dizendo que quer se mudar para Miami. Acho que nós deveríamos ficar aqui e dar as passagens para o Lula e para a Dilma. Eles vão, a gente fica”, afirmou o ator Fúlvio Stefanini em discurso ao mesmo público. “Para Cuba, não para Miami!”, gritavam da plateia.

“Se eu contar para vocês tudo o que eu já passei por ser contra (o PT). Já me disseram: ‘se você votar no Aécio, ele vai privatizar até o seu c…’ E eu respondi: ‘mas ele sempre foi privado’”, continuava a atriz Lúcia Veríssimo, arrancando risos da plateia, depois de dizer que tem uma “paixão imensa” pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, a quem gosta de chamar de “meu imperador”. “Hoje eu estou sendo perseguida. Não gostaria mais de ter esse medo que eu estou tendo.”

E foi assim que o discurso do medo em relação ao PT – eternizado em 2002 pela atriz Regina Duarte em propaganda eleitoral do então candidato do PSDB à Presidência, José Serra – foi resgatado por artistas pró-Aécio em ato na noite desta segunda-feira. Na plateia, a ausência da própria Regina Duarte, que havia confirmado presença, assim como os atores Lima Duarte e Irene Ravache.

Embora tenha dito que é perseguida, Lúcia Veríssimo não revelou quem seria o autor da perseguição. “Vocês acham que eu sou louca? Não vou falar. Estou dizendo que tenho medo”, disse. Então existe mesmo essa polarização na classe artística, Lúcia? “Não posso dizer pelos outros, posso dizer por mim”, encerrou a atriz.

Lobão2

Músico Lobão disse que sairá do País em caso de vitória de Dilma Rousseff (PT) no segundo turno das eleições

Foto: Débora Melo / Terra

Já Lobão, que disse que tem sofrido ameaças de morte por suas críticas ao PT, negou que tenha medo. “Eu não tenho medo, eu sou o Lobão”, disse. Então por que você vai sair do País se a Dilma ganhar, Lobão? “Eu não tenho medo, mas eu tenho c… Pô, qual é? O País está numa decadência terrível, você acha que eu vou ficar aqui dando sopa? Eu não tenho medo de enfrentar. Mas eu posso levar uma emboscada, alguém pode entrar na minha casa e me incendiar. Uma coisa é você não ter medo, outra coisa é você ser imprudente”, disse o músico, que voltou a se comprometer a deixar o Brasil caso a presidente Dilma seja reeleita.

Fim da meia-entrada

“Se tivesse no segundo turno um partido do satanás e o PT, eu votava no partido do satanás. Nós somos anti, somos contra esse regime atual”, disse Sérgio Dantino, proprietário do Teatro Frei Caneca, que colaborou com o evento organizado por Roberto Mello, presidente da Associação Brasileira de Música e Artes (Abramus). Na pauta do encontro não faltaram críticas à corrupção e à política cultural, da qual a meia-entrada seria a grande vilã.

“Com o perdão da expressão mais uma vez, mas essa coisa de meia-entrada é o que se chama de gozar com o pau dos outros”, disse Lúcia, criticando o fato de que os 50% da meia-entrada saem do bolso dos artistas. “Eu preciso pagar contas. Todos precisam.”

“A gente não tem um show business que anda pelas próprias pernas por causa da meia-entrada. Nenhum artista fala porque não é popular”, afirmou Lobão, que disse ainda que a União Nacional dos Estudantes (UNE) virou uma “fábrica de carteirinhas”. “Tendo que ir atrás de um ‘Bolsa Rouanet’, você vira um artista chapa branca. Perde o sentido de subversão do artista”, continuou o músico, que citou Chico Buarque e o grupo de rap Racionais MC’s como exemplos de artistas chapa branca.

Coronel dá apoio

Os artistas dividiram o palco do teatro com os vereadores tucanos Andreas Matarazzo, Floriano Pesaro e Coronel Telhada, estes dois últimos eleitos deputados estaduais. Telhada, que é ex-comandante da Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar), disse a jornalistas que concorda com a ideia de que vivemos uma ditadura no País.

“É uma ditadura de ideias. A imprensa hoje é cerceada. Qualquer pessoa que diz algo contra o ditador se vê em maus lençóis (…) Acho que o Lula é o grande ditador”, afirmou o coronel, que também se diz um perseguido. “Hoje temos a ditadura do politicamente correto. Se você tem uma postura correta, você passa a ser radical, fascista. É uma tristeza o que está acontecendo na sua área, jornalistas sendo perseguidos. Se eu tiver um desentendimento com você, vai ser entre mim e você. Não vou usar a máquina do Estado pra te perseguir”, declarou Telhada.

***

*Comentário do blog: Decerto eles não sabem o que significa uma verdadeira Ditadura, como aquela que tivemos aqui no Brasil na década de 70. Eles são novos!

*****

Link permanente Deixe um comentário

Ferreira Gullar é o novo imortal da Academia Brasileira de Letras

14/10/2014 at 14:45 (*Liberdade e Diversidade)

Ferreira GullarGullar é o novo imortal da cadeira 37 ((Imagem: Reprodução/Veja)

14 Outubro 2014

Escrito por Redação Comunique-se

Com a morte do jornalista e escritor Ivan Junqueira no começo de julho deste ano, a cadeira de número 37 da Academia Brasileira de Letras (ABL) ficou vaga. A boa notícia é que ficou decidido na tarde desta quinta-feira, 9, o nome do imortal a ocupar o espaço: Ferreira Gullar, que havia se candidatado para assumir o posto.

Aos 83 anos, o poeta e colunista da Folha não escondeu a felicidade ao comentar a conquista à reportagem do G1. “Estou muito feliz. Mais ou menos eu já esperava pelo que os acadêmicos me disseram. Já estava esperando. Desde que soube, já estava muito feliz. Mas na hora que acontece é diferente. Vira realidade mesmo, deixa de ser promessa”, disse.

Gullar está na lista dos maiores autores brasileiros. Já publicou obras como Um pouco acima do chão, A luta corporal, Dentro da noite veloz, Poema sujo, Na vertigem do dia e Em alguma parte alguma. Sendo o livro mais recente, o último foi aclamado com o Prêmio Jabuti em 2011.

Sobre a candidatura para se tornar imortal da ABL, entidade criada por Machado de Assis, ele contou que foi convencido por amigos. “Vários acadêmicos amigos meus me ligavam para dizer que eu tinha que entrar, para me convencer. O fato de substituir o Junqueira, que foi meu grande amigo, pesou muito”.

Na votação, Gullar recebeu 36 dos 37 votos. A cadeira teve como primeiro ocupante Silva Ramos. Nomes como o do jornalista e empresário Assis Chateaubriand, do ex-presidente Getúlio Vargas, do autor Alcântara Machado e do poeta João Cabral de Mello Neto já passaram pelo posto.

****

Link permanente Deixe um comentário

Dilma e Aécio estão tecnicamente empatados, aponta Vox Populi

14/10/2014 at 12:52 (*Liberdade e Diversidade)

Aécio e Dilma

14 de outubro de 2014

Agência Brasil

Pesquisa feita pelo instituto de consultoria Vox Populi, a pedido do grupo Record, mostra empate técnico entre o candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, e a candidata à reeleição, Dilma Rousseff (PT). Segundo o levantamento, Dilma é a preferida de 45% dos eleitores consultados e Aécio, de 44%.

Os entrevistados que responderam que votarão em branco e os que anularão os votos correspondem, respectivamente, a 5% do total. É o mesmo percentual dos que disseram estar indecisos.

Descontados os brancos, nulos e indecisos, o percentual de votos em Dilma sobe para 51% e em Aécio, para 49%. Como a margem de erro é 2 pontos, os resultados significam, na prática, empate técnico. Dilma Rousseff se sai melhor entre os eleitores da Região Nordeste. Aécio lidera no Sul e no Sudeste e os dois empatam nas regiões Norte e Centro-Oeste.

Dois mil eleitores de 147 cidades de todas as regiões do país foram ouvidos no sábado (11) e no domingo (12). O empate técnico já havia sido apontado em pesquisas divulgadas pelo Datafolha e pelo Ibope, na sexta-feira (9).

SAIBA MAIS

Datafolha: em empate técnico, Aécio tem 46%, e Dilma, 44%

Ibope: Aécio e Dilma têm empate técnico no 2º turno

*****

Link permanente Deixe um comentário

Marco recebe congresso internacional de artes,tecnologia e comunicação

14/10/2014 at 12:24 (*Liberdade e Diversidade)

congresso de tecnologia e arte

Lambert

Começou ontem (13) no Marco (Museu de Arte Contemporânea) o Ciantec (Congresso Internacional em Artes, Novas Tecnologias e Comunicação). O evento vai até amanhã (15), das 10 às 17 h. “É um congresso ‘inter’ e ‘transdisciplinar’, com foco em arte e novas tecnologias”, explica Roberta Vieira, produtora do evento. Ver matéria completa de Luana Ayala no jornal “O Estado” de hoje (14/10). Supimpa!

http://www.oestadoms.com.br

****

Link permanente Deixe um comentário

Encontros: Literatura e Música no MS

14/10/2014 at 11:56 (*Liberdade e Diversidade)

UBE-MS*Não dá pra perder,né? Abraço,Samuel!

*****

Link permanente Deixe um comentário

Capoeira: Ritmo da Liberdade

14/10/2014 at 11:28 (*Liberdade e Diversidade)

CapoeiraFestival prestigia a capoeira e reúne admiradores e praticantes da arte na Capital

Não é errado falar que a capoeira surgiu,sim, nos solos brasileiros. “É uma arte genuinamente brasileira”, declara o capoeirista Mestre Leandro. Ele, que dá aulas de capoeira em uma associação capoeirista de Campo Grande,MS, é um dos organizadores do “Festival Essência da Capoeira”, que segue até o dia 18 na Plataforma Cultural da Esplanada Ferroviária, aberto ao público. Ver reportagem completa de Ana Karolyna Resquim no jornal “O Estado MS” de hoje (14/10). 

http://www.oestadoms.com.br

Serviço: A Plataforma Cultural fica na av. Calógeras com av. Mato Grosso. Informações pelos fones: 67-3026-5987 e 67-9217-3578.

*****

Link permanente Deixe um comentário

Next page »